segunda-feira, 6 de agosto de 2007

thomas hampson - entrevista

No Estadão de ontem, a entrevista que fiz com o barítono Thomas Hampson, que se apresenta no Cultura Artística no final do mês: "O barítono norte-americano Thomas Hampson conta que seu contato com a música começou por meio da poesia e da literatura. Natural, portanto, que desde cedo as canções de Schubert, Schumann, Mahler, Charles Ives, Strauss e muitos outros autores tenham sido parte importante de seu repertório. E não apenas como cantor - aos 51 anos, ele tem textos dedicados a esses autores e criou há alguns anos uma fundação, The Hampsong Foundation, com o objetivo de pesquisar e difundir obras pouco conhecidas, contando com o trabalho de um grupo numeroso de musicólogos e formando parcerias com bibliotecas e arquivos de todo o mundo. Neste universo, no entanto, a obra do austríaco Gustav Mahler se sobressai. Hampson tem diversos registros de seus ciclos de canções, com maestros como Leonard Bernstein e Claudio Abbado, e participou da preparação de nova edição das partituras. No fim do mês, nos dias 27 e 28, ele vem ao Brasil pela primeira vez, como solista da Orquestra Jovem Gustav Mahler. No programa, claro, canções do compositor austríaco (uma seleção do ciclo Des Knaben Wunderhorn), sobre quem ele falou na entrevista a seguir, concedida com exclusividade ao Estado. Continua aqui.

Um comentário:

pedrita disse...

gostei muito. beijos, pedrita