terça-feira, 2 de outubro de 2007

ópera pelo brasil

Algumas opções de ópera no mês de outubro, fora de São Paulo. Em Belo Horizonte, o Palácio das Artes programou dois títulos. Começa com o Falstaff, de Verdi, nos dias 11, 13, 15, 17, 19 e 21. No elenco, Lício Bruno (Falstaff), Manuel Álvarez (Ford), Eliseth Gomes (Alice), Luciana Monteiro (Meg), Regina Helena Mesquita (Quickly), Carmem Monarcha (Nannetta), Luciano Botelho (Fenton), Geilson Santos (Cajus), Sergio Weintraub (Bardolfo) e Sávio Sperandio (Pistola). Esqueci de alguém? Bom, a montagem é aquela estreada há alguns anos no Teatro Municipal, com direção de José Possi Neto; e a regência é de Luiz Fernando Malheiro. Em seguida, nos dias 25, 27 e 28, também em BH, é a vez de O Homem Que Confundiu sua Mulher com um Chapéu, de Michael Nyman, com direção de Iacov Hillel (trata-se daquela produção do ano passado no Teatro São Pedro) e regência de Marcelo Ramos. No elenco, o tenor Martin Mühle, a soprano Sylvia Klein e o baixo Stephen Bronk. Mais informações aqui. Já em Brasília, no final do mês, a atração é a apresentação, em versão de concerto, de trechos do Parsifal, de Richard Wagner, com regência de Ira Levin e a participação do tenor americano Howard Haskin (aquele que fez Sansão em São Paulo), a meio-soprano Graciela Araya e a soprano Eiko Senda. Será no dia 30.

2 comentários:

Lauro Machado disse...

Além do "Parsifal", João, vai haver a terceira cena do primeiro ato da "Valquíria", com a Eiko Senda fazendo a Sieglinde.

pedrita disse...

é muito bom quando produções circulam e também quando outras cidades apresentam óperas. beijos, pedrita