quinta-feira, 22 de novembro de 2007

piap



Manter um grupo durante 30 anos na realidade brasileira é por si só uma vitória; um grupo dedicado à música contemporânea, então... Por isso é mais do que justificado o início da celebração do aniversário do PIAP, Grupo de Percussão do Instituto de Artes da Unesp, fundado em 1978 por John Boudler. Amanhã, sexta, eles fazem um concerto em homenagem ao centenário de Camargo Guarnieri, de quem interpretam o “Estudo para Instrumentos de Percussão”, de 1953 – o programa tem ainda a “Triade” de Konietzny, “Intrusion of the Hunter” de Laurie MacGregor, “Second Construction” de John Cage, “Pattern Transformation” de Lukas Ligeti, e “Keitak” de Akira Nishimura. Será no Auditório Maestro João Baptista Julião, do Instituto de Artes da Unesp (R. Dom Luís Lasanha, 400), às 13 horas. A entrada é franca. O concerto marca também o lançamento de dois CDs do grupo. Sympathia traz obras de compositores com quem o grupo trabalhou ao longo de sua trajetória (John Wyre, Johann M. Beyer, Fredrik Ed, Dimitri Cervo, Edson Zampronha, John Bergamo, Leonardo Martinelli e William Cahn); já 86 é a remasterização do LP gravado pelo grupo após vencer o 2º Prêmio Eldorado de Música, com obras-chave da música de século 20, de autores como Cage, Edgar Varèse e os brasileiros Guarnieri, Marlos Nobre, Paulo Costa Lima e Fernando Cerqueira (os discos podem ser encontrados na loja Clássicos). Vida longa ao PIAP!

Um comentário:

pedrita disse...

sobre percussão sempre lembro do percplan. fiquei impressionada em um evento que fui. beijos, pedrita