quarta-feira, 26 de setembro de 2007

piano solo

Saiu há pouco a programação de uma nova série dedicada a pianistas. Serão quatro concertos, em São Paulo e no Rio (Teatro Municipal, Espaço Promon e Sala Cecília Meirelles), a partir de 15 de outubro. A idéia é interessante: antes de cada recital de um artista consagrado, uma breve apresentação de um jovem pianista. A idealização é de Eduardo Monteiro:

Nelson Freire
15/10 – Municipal de São Paulo
17/10 – Sala Cecília Meirelles
Abertura de Leonardo Hilsdorf
Hilsdorf interpretará, de Grieg, o Prelúdio da suíte Holberg op. 40 e de Liszt a Rapsódia Espanhola; Nelson Freire interpretará de Bach-Busoni, Nun kommt der Heiden Heiland BWV 659, de Beethoven, a Sonata nº 21, op. 53 Waldstein, de Debussy, Children´s Corner, e, de Chopin, a Sonata nº 3, op. 58.

Diana Kacso
8/11 – Sala Cecília Meirelles
9/11 – Espaço Promon
Abertura de Juliana D´Agostini
Juliana D´Agostini interpretará, de Grieg, as Peças líricas, op. 12 nº 1 e op. 54 nº 3, e, de Liszt, Venezia e Napoli. Diana Kacso interpretará, de Schumann, os Estudos sinfônicos, op. 13 (com variações póstumas), e, de Liszt, os 12 estudos de execução transcendental.

Cristina Ortiz
Abertura de Cristian Budu
26/11 – Teatro Municipal
29/11 – Sala Cecília Meirelles
Abertura de Cristian Budu
Cristian Budu interpretará, de Grieg, a Peça lírica, op. 68 nº 3, e, de Liszt, a Valsa Mephisto. Cristina Ortiz interpretará, de Ravel, Sonatine, Jeux d´Eau e Gaspard de la Nuit, e, de Rachmaninoff, Etude-Tableau, op. 39 nº 2, Prelúdio, op. 32 nº 12 e Sonata nº 2.

Eduardo Monteiro
Abertura de Érika Ribeiro
12/12 - Sala Cecília Meirelles
13/12 – Espaço Promon
Érika Ribeiro interpretará, de Grieg, a Peça lírica, op. 54 nº 4 e de Chopin, Barcarolle, op. 60; Eduardo Monteiro interpretará de Beethoven, a Sonata nº 23, op. 57, Appassionata; de Villa-Lobos, Hommage à Chopin, Impressões seresteiras e Festa no sertão; de Francisco Mignone, Sonata nº 1; de Leopoldo Miguez, Noturno, opus 10; de Lorenzo Fernandez, Três estudos em forma de sonatina; e de Liszt, Après une lecture du Dante.

A renda obtida com os concertos será distribuída à Instituição O Sol;aqui vão os preços:
Série (venda antecipada na instituição O Sol): R$ 400
Nelson Freire individual: R$ 200
(meia-entrada para estudantes e idosos)
Diana, Cristina e Eduardo: R$ 150
(meia-entrada para estudantes e idosos)
Por que mais caro o concerto do Nelson?
Mais informações aqui.

2 comentários:

Anônimo disse...

Pois é, além do Nelson estar mais caro (conversão para o euro?), o link adicionado não está rodando... Abraços.

Miriam Bemelmans disse...

Obrigada.