domingo, 28 de janeiro de 2007

misturaram os takes?

Do Lauro: O fã clube de Renata Tebaldi anda agitado com uma história referente à última gravação comercial da diva – o "Baile de Máscaras" de 1970, para a Decca – que anda circulando na Internet. Quem conhece essa gravação – com Luciano Pavarotti, em início de carreira, Sherrill Milnes, Helen Donath e a veterana Regina Resnik – sabe que realmente La Tebaldi e Resnik não estão na sua melhor forma. Até mesmo os admiradores mais fanáticos da soprano acabam tendo de admitir que essa última gravação nada acrescenta à sua glória. A versão que corre, agora, é que, na hora de fazer a mixagem, alguém inadvertidamente misturou os takes bons, aprovados pelos cantores, com os takes ruins, destinados a ficar guardados nos arquivos da Decca. As más resenhas recebidas pelo álbum de Lp fizeram a Decca se dar conta do erro – que aborreceu muito a Tebaldi – mas admiti-lo teria sido humilhante. Teria sido, porém, encontrada uma solução de compromisso: retomar os takes “bons” e utilizá-los na remasterização do álbum em CD. Não conheço esse novo álbum – o meu era o das antigas bolachas pretas e há muito tempo não o ouço, pois nem tenho mais o toca-discos para 33rpm – mas quem está fazendo a história circular na Internet garante que há uma diferença visível de qualidade de um para outro. Alguém possui esse Ballo em CD? E, nesse caso, o que tem a dizer a respeito dele?

Um comentário:

Eduardo disse...

Eu tenho essa gravação do Ballo. De fato, a Tebaldi está horrível, mas não sei dizer se misturaram os takes (não diriam, óbvio). De qualquer forma, a gravação chega a irritar de tão ruim.